Você sabe como lidar com uma entrevista de emprego por telefone?


No mundo das recolocações profissionais, existem algumas situações onde entrevistas por telefone podem ocorrer. As razões podem ser diversas, como a distância geográfica, uma entrevista pró-forma caso você tenha sido indicado para a posição ou ser realmente uma pré-entrevista para saber um pouco mais sobre você e seus objetivos antes de agendar uma possível entrevista presencial.


Surpresa !!!


Uma ligação telefônica de um recrutador é sempre uma surpresa porque você nunca sabe quando ela vai acontecer. Sendo assim, ao se candidatar para uma vaga, esteja preparado! Tenha seu currículo sempre em mãos ou saiba o conteúdo do seu currículo de cabeça (o que na verdade é o ideal).


É certo que o entrevistador quando entrar em contato vai estar com o seu currículo na frente dele quando começar a conversa ao telefone. Por isso, saiba todo o seu conteúdo. Isso é mais importante ainda, quando você tem formatações diferentes de currículo para cada vaga que se candidata, então conheça bem todas as versões do seu currículo.


Pesquise sobre a empresa.


Essa dica independe se a entrevista é por telefone ou presencial. Se você sabe qual é a empresa que você está se candidatando, busque informações sobre ela. Toda empresa tem um site, por menor que ela seja. Complemente sua pesquisa visitando suas redes sociais (Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e outras), faça uma busca no Google e visite os resultados, converse com algum conhecido que trabalhe ou tenha trabalhado nela. Entenda qual o ramo de atuação, valores, missão, realizações, procure saber o máximo possível.


Características da vaga.


Nesse atual momento em que as pessoas buscam avidamente por recolocação, é comum encontrar diversas oportunidades que você acredita que atendam ao seu perfil profissional.


Por isso, tenha um controle das vagas que se candidatou. Uma planilha contendo título da vaga, descrição do cargo, perfil profissional desejado, data em que se candidatou, nome da empresa (caso não seja confidencial), origem da vaga (Linkedin, vagas.com, indicação), faixa salarial, e outras informações que você ache relevante.


Essa planilha será útil quando o entrevistador ligar, pois você poderá encontrar as informações das vagas que se candidatou e poderá posteriormente atualizá-la para ter o controle de como andam os processos, tempo de resposta, mensurar questões salarias, qual fonte tem indicado mais vagas…Monte a planilha conforme a sua necessidade.


Não posso falar agora, o que eu faço?!


Se você não puder falar quando o entrevistador ligar, seja sincero e agende um horário. Isso mesmo, agende um horário!


Nem sempre você vai estar em casa. Mesmo que você esteja buscando recolocação, você tem outras coisas para resolver além de ficar buscando por emprego. Você pode não estar preparado, pode estar em um local barulhento, sinal de telefone ruim, dirigindo ou até mesmo em local inseguro para ficar falando ao celular na rua.


Se for possível atendê-lo naquele momento, vá até um local seguro como uma livraria, um café, um local que seja tranquilo e possa falar à vontade por pelo menos uns 40 minutos, do contrário, pergunte se é possível reagendar a conversa para um outro horário explicando que não pode falar no momento. Se você realmente não puder falar e obviamente tiver um motivo plausível para tal, o recrutador vai entender se você for honesto.


Conseguiu agendar um horário?


Então, 20 minutos antes do horário agendado, comece a se preparar para a entrevista. Esteja com seu currículo em mãos, procure por um local silencioso e sem distrações, tenha um copo d´água por perto, um caderno para anotações ou quem sabe a planilha de controle que mencionei acima. Se a entrevista for por telefone fixo, mantenha o celular desligado para evitar ruídos ou distrações.


Algumas das perguntas que podem ser feitas:


1 – Fale um pouco sobre você.

2 – Há quanto tempo você está disponível no mercado de trabalho e por que?

3 – Qual foi o seu último salário? Qual sua pretensão atual?

4 – Quais são seus pontos fortes e seus pontos de melhoria?

6 – O que sabe sobre a nossa empresa?

5 – Por que deveríamos escolher você pra essa posição?


Durante a entrevista mantenha uma boa postura. A voz da gente muda dependendo de como estamos posicionados. Você pode ficar de pé, pode caminhar enquanto fala, ou permanecer sentado em uma posição confortável. Evite ficar curvado, de cabeça baixa, deitado, etc.


Preste atenção nas perguntas e no que o recrutador tem a dizer. Tenha uma escuta ativa! As pessoas hoje em dia não prestam atenção nas coisas ditas e até mesmo nas informações escritas e depois acabam perguntando algo que já foi falado.

Esse primeiro contato é o seu momento de falar sobre você, então evite respostas curtas, a não ser que o momento peça. Não seja monossilábico. Se for possível desenvolva mais, venda-se com clareza e objetivo.


Evite gírias, palavrões, vícios de linguagem e não fale demais.


Se não entender alguma pergunta peça para repetir ou caso não entenda alguma coisa, peça explicação.


E se você não se encaixar no perfil?


A pré-entrevista por telefone está sendo cada vez mais utilizada para afunilar os currículos que parecem ter o perfil ideal para determinada vaga. Entretanto, pode ser que a vaga seja para alguém com menos experiência que você ou, que exija mais experiência do que você possui. Nos dois casos você não se adequa a vaga, e isso poupa tempo tanto do candidato quanto do recrutador. Fique atento, pois caso a vaga seja para alguém com menos experiência e mesmo assim você ainda tenha interesse na vaga, deixe isso bem claro para o recrutador.


Seja honesto sempre!


Se você sentir que a vaga parece pedir menos experiência e você não tiver o interesse em continuar o processo, simplesmente agradeça a oportunidade e se faça disponível para quando surgir alguma outra que seja compatível com seus conhecimentos.


Seja educado sempre! Desde o início da conversa ao fim. Cumprimentos como bom dia, boa tarde, obrigado, por favor…entre outros. Tenha calma, fale devagar e claramente. Respire!


Evite ficar se fazendo de vítima e reclamando de condições de trabalho no seu emprego atual ou em anteriores. Se você reclama de outros empregos, é certo que no futuro fará a mesma coisa com a empresa que pretende te contratar e ai… já se foi uma nova oportunidade de emprego.


Sucesso a todos!


No trabalho que realizo como Coach, busco durante as sessões fazer com que você busque o autoconhecimento para que saiba responder suas perguntas de pontos fortes e de melhoria, valores, crenças, metas e objetivos. Para quem busca recolocação profissional, complemento as sessões com revisão das versões do currículo, análise do perfil de redes sociais e simulação de entrevistas para que você se prepare melhor sejam elas por telefone, online ou presenciais.

Gostou desse artigo? Deixe seu comentário aqui.

Agende sua sessão experimental.

Artigo publicado originalmente em 11 de Abril de 2017, em linkedin.com/in/raphaelaraujocoaching

DESTAQUES

INSTAGRAM

PARA ME SEGUIR

  • White LinkedIn Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

RECENTES

CATEGORIAS

ARQUIVOS

COMPARTILHE ESTE SITE

  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon

PARA MELHOR EXPERIÊNCIA, RECOMENDAMOS A VISUALIZAÇÃO DESTE SITE NO NAVEGADOR GOOGLE CHROME.

CURTA A PÁGINA