Recebi uma contraproposta. E agora?


Chega o dia em que você decide procurar um novo emprego, dai então começa a mandar currículos, participar de entrevistas, sem pretensão nenhum ou sem pensar muito no que está fazendo. Aí chamam você para trabalhar em outro lugar, mas quando decide comunicar sua saída ao atual empregador, te fazem uma contraproposta. E agora, o que fazer?


Se você não sabe por quais motivos pensou em deixar o emprego atual ou inicialmente o motivo pelo qual começou a buscar, pode ser difícil tomar uma decisão como essas quando esse momento chegar. Por isso, antes de sair buscando oportunidades no mercado de trabalho, o profissional deve ter clareza do que não está mais fazendo sentido para ele naquela empresa. Quando você decide procurar um novo emprego, de alguma maneira, você já se desligou do atual.


Normalmente, o que motiva a pessoa a mudar de emprego não é o dinheiro e sendo assim, o profissional deve analisar com muito cuidado se a contraproposta cobre os pontos que o levaram inicialmente a acreditar que estava na hora de mudar. Se o funcionário por exemplo não acreditar na liderança da organização, é arriscado continuar ali. Da mesma maneira, não adianta dar uma nova chance à empresa se a ética dele não estiver de acordo com as práticas do dia a dia.


Se, mais do que o salário maior, a contraproposta incluir promoções para outros cargos ou mudanças de área, pode ser a chance que o profissional esperava na carreira. Além disso, quando se trata de uma nova oportunidade oferecida pela empresa, a chance de surgirem comentários a respeito dos interesses financeiros por parte do profissional são menores. Quando as pessoas ficam por conta do salário oferecido, parece que estão fazendo um leilão.



Para avaliar a contraproposta, seguem algumas considerações importantes para o momento:


  • Quais foram os reais motivos que me levaram a buscar outra posição no mercado?

  • Se eu ficar no emprego atual, quanto ele vai agregar à minha carreira em longo prazo?


  • O que eu vou aprender de novo permanecendo aqui?


  • O salário e os benefícios oferecidos valem a pena?



Decisão tomada? – Qualquer que seja a decisão, o profissional terá que conversar com o futuro empregador e com o atual. Se a opção for mudar mesmo, agradeça a contraproposta, dizendo que apreciou muito o interesse da empresa, mas que vai atrás dos objetivos profissionais. Também é importante se colocar à disposição para fazer a transição da melhor maneira possível.

Quando a contraproposta valer a pena, o candidato pode dizer ao potencial empregador que reconsiderou e ainda não é o momento de deixar a empresa atual. Não se faz necessário contar que você recebeu uma contraproposta. Fale que a decisão foi decorrente de uma análise do seu momento de carreira, que tal?


Aproveite esse momento para conversar com o gestor atual e dizer quais motivos o fizeram reconsiderar a saída, principalmente se não foram apenas os financeiros. Dessa forma é possível alinhar as expectativas e tentar reconquistar a confiança do chefe. Quando você avisou que sairia da empresa, houve uma quebra na relação. Assim como acontece quando um casal termina e volta, será preciso retomar o relacionamento, entende? Essa situação pode gerar um novo rompimento ou um amor que se fortalece e dura para sempre porque as pessoas amadurecem.



Mas por que as empresas fazem a contraproposta?



É uma maneira para ganhar tempo - Algumas empresas usam a contraproposta como uma ferramenta para ganhar tempo e segurar o profissional apenas enquanto busca uma outra pessoa para sua função.


É mais econômico - A verdade é que é mais barato para uma organização pagar um pouco mais para um profissional ficar, do que ter que buscar no mercado um novo profissional qualificado para contratar.



Algumas armadilhas da contraproposta:



1) Aceitar a contraproposta poderá gerar dúvidas em relação ao seu comprometimento e alguns chefes não estão dispostos a "perdoar" o fato de que o profissional chegou a pensar em aceitar uma oferta de outra empresa, gerando dúvidas em relação ao seu comprometimento.


Se a empresa passar por um momento de incertezas, o nome deste profissional poderá ser cogitado no caso de eventuais demissões.


O contrário também é válido: se no futuro houver uma oportunidade de mandar um colaborador fazer um treinamento ou participar de uma convenção no exterior, a presença deste que pensou em sair, poderá ser questionada.



2) O profissional que aceita a contraproposta está suscetível a sair. Funcionários que aceitam uma contraproposta costumam sair, voluntariamente ou não, depois de um ano, uma vez que as razões que o levaram a procurar um novo emprego ainda persistirão. Fato!



3) A contraproposta costuma afetar sua reputação profissional não importa o que a empresa diga no momento da contraproposta. O profissional sempre será visto como aquele que, a qualquer momento, pode pedir demissão.

Além disso, o atual gestor pode achar que a busca por uma nova oportunidade foi uma carta usada para negociar um novo salário e conseguir uma promoção.


4) É comum que a empresa aumente o seu salário, no entanto, os problemas que o fizeram querer sair da empresa vão continuar existindo. O aumento de salário pode ter sido um paliativo para a situação, mas o relacionamento tenso com o chefe e a falta de tempo para a vida pessoal, provavelmente vão continuar, por exemplo.


Também é comum que outras propostas de melhorias não sejam cumpridas e no curto prazo o profissional se frustre e acabe saindo em outra oportunidade.



Minha sugestão é sempre considerar qual seria sua resposta a uma contraproposta antes mesmo que ela seja feita. Então, se você recebe uma contraproposta de fato, o que é melhor? Pensou em procurar um novo trabalho, pense na consequências de sua saída, motivos que levaram você a iniciar essa busca, e a certeza do que fará você sair. Cada profissional deve tomar a decisão que acredita ser a melhor para sua vida, mas, na minha avaliação, dizer não a uma contraproposta ainda é a melhor saída.

Gostou desse artigo? Compartilhe com os amigos!

Siga o instagram para outras dicas de carreira e conteúdo motivacional.



DESTAQUES

INSTAGRAM

PARA ME SEGUIR

  • White LinkedIn Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

RECENTES

CATEGORIAS

ARQUIVOS

COMPARTILHE ESTE SITE

  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon

PARA MELHOR EXPERIÊNCIA, RECOMENDAMOS A VISUALIZAÇÃO DESTE SITE NO NAVEGADOR GOOGLE CHROME.

CURTA A PÁGINA